segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Aprisionado pela mentira ou liberto pela Verdade?

Você já parou para refletir sobre essas duas ideias antagônicas? Já parou para pensar na mentira e na verdade como sendo “posições” e “atitudes”?

Analise juntamente comigo essas duas palavras e seus significados:

Segundo o Dicionário Michaelis:

verdade
ver.da.de
sf (lat veritate) 1 Aquilo que é ou existe iniludivelmente. 2 Conformidade das coisas com o conceito que a mente forma delas. 3 Concepção clara de uma realidade. 4 Realidade, exatidão. 5 Sinceridade, boa-fé. 6 Princípio certo e verdadeiro; axioma. 7 Juízo ou proposição que não se pode negar racionalmente. 8 Conformidade do que se diz com o que se sente ou se pensa. 9 Máxima, sentença. 10 Cópia ou imitação fiel. 11 Representação fiel de alguma coisa existente na natureza. 12 Caráter próprio. Antôn (acepção 8): mentira. sf pl Princípios fundamentais de uma doutrina; dogmas de uma religião. Meia verdade: afirmação parcialmente verdadeira ou parcialmente urdida, de modo a iludir pessoas ou escapar a críticas. V. verdade: a verdade primeiro que tudo; diga-se a verdade, salve-se a verdade. Dizer a verdade nua e crua: falar sem ambages, sem disfarce, sem rodeios. Dizer as verdades a alguém: a) expor abertamente o que se sabe ou se julga de alguém; b) criticar sem medo; c) manifestar os defeitos ou as faltas de alguém. Ser a pura verdade: ser a verdade clara e positiva, ser a verdade incontestável. Ser a verdade em pessoa: nunca mentir. Tirar a verdade a limpo: averiguá-la. Valha a verdade: diga-se a verdade. Verdade é que: na realidade.

mentira
men.ti.ra
sf (lat mentita, com dissimulação) 1 Ato de mentir; afirmação contrária à verdade, engano propositado. 2 Hábito de mentir. 3 Engano da alma, engano dos sentidos, falsa persuasão, juízo falso. 4 Erro, ilusão, vaidade. 5 Fábula, ficção. 6 O mesmo que leuconiquia. Antôn (acepções 1, 3 e 4): verdade; (acepção 5): realidade. M. de rabo e cabeça: grande mentira. M. inocente: dita sem o propósito de prejudicar. M. oficiosa: dita a alguém, sem prejuízo de terceiro, e só para lhe causar prazer ou utilidade.

De acordo com o Dicionário Aurélio:

Significado de Verdade
1 Conformidade da ideia com o objeto, do dito com o feito, do discurso com a realidade.
2 Qualidade do que é verdadeiro.
3 Coisa certa e verdadeira.
4 Manifestação ou expressão do que se pensa ou do que se sente.
5 Princípio certo.
6 Expressão fiel da natureza, de um modelo, etc.
7 meia verdade:  afirmação que não é falsa, mas em que se oculta alguma informação.

Significado de Mentira
1 Ato de mentir.
2 Engano propositado.
3 História falsa.
4 Aquilo que engana ou ilude.

       Agora chamo sua atenção para uma afirmação feita pelo próprio JESUS:

"Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira."  (João 8 : 44)

       Isso não nos faz pensar um pouco sobre a forma como estamos vivendo? Como estamos nos conduzindo? Que tipo de palavra temos em nossa boca, que tipo de comportamento apresentamos? Com o que estamos ocupando nosso tempo?

       JESUS também afirmou: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. (João 8:32). Ele próprio afirmou ser “o Caminho, a Verdade e a Vida” (João 14:6) e ainda afirmou que “a Palavra de DEUS é a verdade” (João 17:17 ver também Salmo 119:160).

       Em outras palavras, de que forma estamos vivendo? Será que estamos de fato buscando a verdade? Será que falamos a verdade? Ou será que estamos cada vez mais presos à mentira? Com o que estamos ocupando nosso tempo? O que ocupa nossa conversa? Será que a verdade ocupa a maior parte de nosso tempo, de nossa conversação, ou nos comprazemos em perder tempo com a mentira, com ilusões, com os “entretenimentos” que o mundo nos proporciona e que são, nada mais, nada menos, do que mentiras “vestidas” ou “enfeitadas”, com o propósito de enganar nossa alma e nossos sentidos?

       Com o que estamos ocupando nosso tempo? É uma pergunta simples, e a resposta também o é! Não nos deixemos enganar… E não nos esqueçamos da advertência dada por DEUS em Sua Palavra (que sempre será a verdade):

"E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro."  (Apocalipse 21 : 27)

"Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira."  (Apocalipse 22 : 15)

       Estes dois textos, encontrados no último livro da Bíblia nos alertam sobre o fato de que, aqueles que amam e praticam a mentira não entrarão na “Cidade Santa”, na “Nova Jerusalém” que é uma alegoria para o estado final de comunhão com DEUS.

       Se, portanto, temos intenção de manter comunhão com DEUS e com o SENHOR JESUS, que são a fonte de toda a verdade e justiça, é preciso que abandonemos a mentira, não apenas o falar a mentira, mas também a mentira em suas múltiplas e atraentes formas.

       Que possamos abandonar de vez a mentira, não importando a forma que ela tenha (talvez um entretenimento, um “mero passa-tempo”, um programa televisivo [que não é verdadeiro, mas apenas uma “ficção”], uma leitura agradável [mas não verdadeira], ou qualquer outra coisa que nos afaste da verdade), e possamos voltar a desejar a verdade, que a busquemos como a um tesouro escondido…

       Só então a encontraremos e seremos, de fato, libertos e poderemos “caminhar na Verdade”, fazendo parte do Reino de DEUS.