sábado, 17 de maio de 2014

O Evangelho do Reino de DEUS Parte II

       Na postagem anterior, foram deixados para exame e reflexão os seguintes textos:

SL. 10:16; IS. 43:15; JR. 10:7; AT. 17:7; 1 TM. 1:17; AP. 19:16

       Hoje continuaremos analisando a questão do Reino de DEUS, conhecendo Seu propósito original e atual – que é o mesmo, pois DEUS não muda!

       Em relação ao “território” sobre o qual DEUS pretendia exercer domínio, vamos examinar um texto: GN. 1:26,27

       O texto de Gênesis nos fala que DEUS formou o homem à Sua imagem, conforme a Sua semelhança, determinando que este dominasse a Terra:

“E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou”.

       Se entendermos que o homem foi feito à imagem e semelhança de DEUS para que este pudesse habitar “dentro” do homem (João 14:23), então entenderemos que o propósito original de DEUS é dominar sobre toda a Terra.

       Entretanto, com a escolha de Adão em desobedecer a DEUS, tornando-se “independente”, o governo de DEUS sobre a Terra sofreu um certo “atraso”. Isto porque com sua escolha, Adão sujeitou (entregou o domínio) de toda a criação à vaidade, à corrupção (Romanos 8:19-23) e ao próprio satanás (Lucas 4:5,6; 1 João 5:19; Efésios 2:2,3).

       Encontramos, então na Palavra de DEUS, que o mundo, o sistema organizado de coisas que compõe a sociedade hoje, estão sob o domínio do diabo, sob a influência do Maligno (1 JO. 5:19).

       Com isto, todas as nações passam a estar sob o domínio de Satanás, e agora os reinos do mundo pertencem ao Diabo – LC. 4:5,6.

       Entretanto, DEUS não muda Seus planos, e os planos de DEUS não podem ser frustrados – JÓ 42:2.

       DEUS então toma outro caminho, muda Sua estratégia para o estabelecimento de Seu Reino… Então DEUS volta a falar do Seu Reino com alguém… (continua).