domingo, 6 de março de 2016

RESTAURAÇÃO

Quando buscamos o sentido da palavra “restauração”, encontramos como significado “devolver algo ao seu estado original ou a um estado anterior”.
       Restauradores de arte, por exempo, são os profissionais que conseguem restaurar obras de arte que foram danificadas pela ação do tempo, corrigindo as imperfeições de modo que o objeto restaurado retome suas características originais.
       Em se tratando do homem, ele necessita de uma restauração, pois desde que foi criado, acabou perdendo suas características e também seu propósito “original”.
       Encontramos na Palavra de DEUS que ao criar o homem “à Sua imagem”, o Criador pretendiar encher a Terra com uma família piedosa (ML. 2:15). DEUS deseja que a Terra seja habitada por pessoas mansas (MT. 5:5; SL. 37:11), por pessoas que dependam de DEUS e vivam de forma justa (SL. 37:9,29). Em outras palavras, DEUS quer a Terra povoada pelos Seus filhos.
Entretanto, hoje “o mundo jaz no maligno”, pois o Diabo vem enganando a todo o mundo, conduzindo as pessoas como ele quer, sem que elas percebam (1 JO. 5:19; AP. 12:9; EF. 2:2,3).
A despeito disso, o propósito de DEUS permanece o mesmo, pois nenhum dos Seus planos é frustrado (Jó 42:1), nada pode impedir os planos (pensamentos) de DEUS.
Contudo, há a necessidade de buscar-se voltar ao Plano Original do Criador, a fim de que o homem seja “restaurado”.
Infelizmente a humanidade foi corrompida, e o domínio da Terra, outrora entregue ao homem – GN. 1:26; SL. 115:16 – passou a ser do Diabo (LC. 4:5,6).
Sendo assim, o mundo vive debaixo do governo de Satanás, daí a razão de tanto ódio, violência e rebelião, manifestos no mundo inteiro.
DEUS tem um propósito para o homem, mas o homem tem estado alheio a esse propósito. Deixou de ouvir a voz de DEUS – GN. 3:8 – para ouvir ao Diabo – GN. 3:4 – e vemos qual é o resultado… Corrupção – MQ. 2:10.
Todavia, eu e você podemos fazer algo para sermos salvos dessa geração perversa – AT. 2:40. É preciso que demos ouvidos ao Evangelho do Reino de DEUS. Não me refiro aqui ao que está sendo pregado pelas religiões, uma mistura de preceitos humanos mesclados com  textos das Escrituras. Não me refiro ao “evangelho de ofertas”, centralizado nas necessidades humanas. Refiro-me à dar ouvidos ao que a Bíblia Sagrada diz, ao que JESUS ensinou e praticou; à doutrina dos apóstolos, encontrada nas páginas das Escrituras Sagradas.
Ao praticarmos os ensinamentos de JESUS, seremos então restaurados, retornando ao plano original de DEUS para nós!